• Voltar
  • /
  • /
  • Exclusivo: Leblanc-Bazinet fala quais são seus planos para 2018 depois da cirurgia do ombro

Exclusivo: Leblanc-Bazinet fala quais são seus planos para 2018 depois da cirurgia do ombro

Escrito por: Maureen Quirk
Global Newsroom

blog1

Nos últimos 8 anos, Camille Leblanc-Bazinet foi com certeza uns dos maiores destaques do Reebok CrossFit Games. Ela foi qualificada para o primeiro Games com apenas 21 anos e por todo esse tempo, a Comunidade CrossFit acompanhou sua garra e determinação como competidora até ela se tornar na Mulher Mais Bem Condicionada do Mundo em 2014.

No último Games, em Madison – EUA,  esse rosto tão familiar para os crossfitters não foi visto em ação. Ela caiu no primeiro dia de competição, na prova de BIKE e deslocou o ombro, tendo que encerrar seu Games 2017 depois de apenas dois dias do início.

“Assim que aquilo aconteceu, eu não senti pena de mim mesma”, explica a atleta depois de cinco meses que o Games se passou. Isso me fez ter novo foco e com isso meu ombro estava se fortalecendo de novo”.

Duas semanas depois de voltar para sua casa no Colorado, Camille passou por uma cirurgia e já colocou os pés de volta no box um dia após a operação. Como a temporada de competição de 2018 começa com o Open no final de fevereiro, muitos já querem saber se Camille estará recuperada e pronta para participar. Para essas perguntas, ela responde: “Estou muito entusiasmada para competir, talvez mais do que as outras vezes”.

Recuperação

Camille começou a fazer reabilitação do seu ombro quase que imediatamente.

blog2

A atleta comentou que no dia seguinte da cirurgia, seu marido Dave Lipson deu a ela um equipamento para ajudar a recuperar força e falou que ela precisava se focar nessa fase. A atleta disse que o CrossFit te ensina a dar tudo que você tem em tudo que você faz e que essa mensagem foi importante para ela quando retomou os treinos.

Ela não cometeu nenhum erro: não se afastou dos treinos por muito tempo. Camille comentou que as pessoas lhe falavam que ela voltaria mais forte da cirurgia, mas que na verdade sentiu falta de ouvir o outro lado dessa situação. Ela sentiu o que é acordar com dor, ter trabalho com coisas banais e não ser nada divertido.

Foi pensando nisso que Camille fez questão de mostrar sobre sua recuperação para seu 1.2 milhões de seguidores no Instagram. “Eu queria ser real, queria mostrar o que é realmente uma pós-cirurgia”, comenta.

E foi exatamente isso que ela fez, ela postou vídeos em suas redes sociais todos os dias para mostrar as emoções que estava sentindo, enquanto se dedicava para conseguir de volta a sua força. Ela comentou sobre a exaustão de treinar somente pernas por um dia inteiro e a euforia de completar uma repetição que antes ela fazia com muita facilidade.

“A primeira vez que fiz um pull-up após a cirurgia doeu muito e fiquei pensando quando que conseguiria fazer esse exercício novamente. Isso me lembrou quando um crossfitter faz pela primeira vez qualquer movimento do CrossFit. Não era para mim uma novidade ter que me dedicar muito, eu já tinha feito isso quando comecei, mas o resultado foi rápido. Agora, treino muito e não vejo aqueles resultados tão rapidamente”,  fala a atleta.

blog3

Camille comenta que muitos atletas devem ter desistido por esse mesmo motivo e ela admite que fraquejou algumas vezes, mas tomou a decisão de seguir em frente. Persistência e consistência são qualidades que cada crossfitter no box tem que ter em mente. A evolução leva tempo, mas você vai chegar lá um dia se tiver dedicação. Reaprender habilidades é o grande desafio.

Objetivos

Com o Open chegando, o primeiro teste da temporada de competições de 2018, Camille Leblanc-Bazinet não está escondendo o fato de ainda haver várias habilidades que ela está reaprendendo.

camille-leblanc-bazinet-open-7

“O Open será provavelmente a primeira vez que vou tentar de verdade alguns movimentos. Não estarei 100% no Open. Estarei nervosa e é como se fosse o meu primeiro”, fala a atleta de 29 anos.

Camille diz que toda essa tensão não é motivo para ela não tentar. Ela ainda aconselha para que as pessoas não tenham medo de fazer algo, porque não se sentem tão preparadas o suficiente ou se sentem que ainda não deu o seu melhor. Você precisa acreditar em si mesmo e se testar.

É assim que Camille planeja enfrentar o Open 2018.

camille

Acompanhe a volta de Camille no Open pelo Instagram e compre a coleção oficial para assistir à competição.